• Flavia Andrade

A Garota da Casa da Colina é Melhor Livro de Suspense de 2020 pela ABERST


(Foto: Divulgação)

Depois de levar o prêmio de revelação em 2018, com o Conto do Coronel Fantasma, Larissa Brasil, escritora de suspense e histórias policiais, leva o melhor Prêmio de Suspense de 2020 pela ABERST, Associação Brasileira de Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror.


Larissa Brasil acaba de ser vencedora do Prêmio ABERST 2020 na categoria Melhor Livro de Suspense, com seu A Garota da Casa da Colina. A autora já havia recebido o prêmio de revelação do ano em 2018, com o Conto do Coronel Fantasma, e agora se consagra como uma das principais escritoras de suspense e histórias policiais do Brasil.

Larissa, que começou a escrever ainda na adolescência, conta que o suspense surgiu de forma natural: “quando as ideias vinham, era sempre algo envolvendo suspense, medo do desconhecido, protagonistas tomando partido e indo atrás do que gosta. Na verdade, eu tenho essa característica, de criar protagonistas fortes, que vão atrás de seus objetivos, e o gênero policial se encaixa perfeitamente”, reforça.

A ABERST, Associação Brasileira de Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror, é a entidade que, hoje, mais fortalece a literatura de gênero no mercado nacional e ajuda a reunir novatos e veteranos, independentes e consagrados para que o público tenha mais acesso a esse tipo de escrita. O prêmio está em sua terceira edição. Sobre A Garota da Casa da Colina

A Boxeadora Yara Leão já esteve contra as cordas e sentiu a força de um cruzado, mas seu próximo adversário será o mais forte que já encontrou. Retornar à pequena Campo das Flores não foi ideia sua. Não queria ir, mas precisava rever sua avó, mulher que a criou com carinho e a defendeu, por anos, de seu avô, o homem que abusou de seu emocional por toda sua vida e que agora está sete palmos abaixo do chão. A visita deveria ser rápida, mas ganhará contornos inesperados quando Yara conhecer Nina, sua pequena vizinha. A criança vive com uma mãe emocionalmente instável, um pai ausente e mora numa estranha casa que parece respirar e vigiar seus moradores – e de onde sai uma inquietante música ouvida apenas por Yara e a menina. O que era uma amizade peculiar vai crescer e ultrapassar uma estranha fronteira quando Yara descobrir que seu passado e a vida de Nina estão ligados por incomuns e assustadoras coincidências. Acostumada à luta, a boxeadora está disposta a revirar a vida da família, trazer à tona suas memórias mais obscuras e abrir feridas profundas para provar que o ódio de seu avô pode ter ultrapassado todos os limites. Sobre a autora

Larissa Brasil começou a escrever poemas muito cedo. Mas foi só em 2012, depois de uma fase depressiva, que realmente tomou gosto pela profissão. Foi uma maneira de colocar os pensamentos no papel e dar voz a eles. Seu primeiro romance, “A Garota da Casa da Colina”, acaba de ser premiado como Melhor Suspense de 2020. Seu “Conto do Coronel fantasma” rendeu a ela o prêmio ABERST de autora revelação em 2018, e ainda tem “Onde o Vento Faz a Curva”, “Tr3s”, um livro sobre bruxas que escreveu com a xará, Larissa Prado. Completam o quadro de sucessos mais dois contos policiais, “Areia Movediça” e “O Machado da Casa de Pedra”, que ganhou menção honrosa no III Prêmio Aberst de Literatura. Onde encontrar:

https://www.larissabrasil.com.br/ https://www.instagram.com/larabrasil/?hl=pt-br

0 visualização0 comentário