• Flavia Andrade

Alexandre Frota será expulso do PSL

Decisão do partido do presidente Jair Bolsonaro foi unânime nesta terça-feira (13), em expulsar o deputado federal Alexandre Frota (SP). A medida deu-se após reunião da sigla em Brasília e anunciada pelo presidente nacional do PSL, Luciano Bivar. A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) foi quem entrou com o pedido de expulsão de Frota, declarando que a situação era “insustentável”, considerando as posturas contrárias ao partido apresentadas pelo parlamentar. O senador Major Olímpio (PSL-SP), um dos principais nomes da sigla e outro desafeto público de Frota, afirmou que estava "satisfeito com o partido" após a decisão. O deputado federal Alexandre Frota passou a criticar publicamente o governo e o presidente, declarando também, que estava decepcionado com Bolsonaro e com a falta de articulação do presidente com os parlamentares. O parlamentar criticou a iminente nomeação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Em uma postura oposta a do partido, ele era considerado um dos principais articuladores do PSL na votação da reforma da Previdência na Câmara, Alexandre Frota decidiu então se abster na análise da proposta em segundo turno, contrariando a orientação do partido, após ser retirado da vice-liderança do partido na Câmara. Conforme o paelamentar, antes de tirá-lo da vice-liderança, o comando do PSL já havia o retirado do comando de três diretórios municipais a pedido do presidente Jair Bolsonaro. Para Alexandre Frota, “Eu acredito que o Bolsonaro tenha pedido isso porque disse que estava decepcionado com ele, que não achava que a indicação do Eduardo como embaixador era a mais correta. Fui surpreendido com essas mudanças”, conclui.

4 visualizações

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade