• Flavia Andrade

Aneel vota alteração de regras da chamada geração distribuída


(Foto: H-Energy/Divulgação)

Nesta terça-feira (15), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vota a proposta para alteração das regras da chamada geração distribuída, sistema pelo qual consumidores podem produzir sua própria energia, normalmente por meio do uso de painéis solares.


O texto preve medidas que acabam por reduzir incentivos para a adesão a esse sistema. O tema vem sendo tratado na agência desde o início deste ano. A Aneel vem defendendo a mudança sob o argumento de que os custos dos incentivos para quem gera a própria energia acabam sendo pagos depois pelos demais consumidores.


De acordo com o diretor da Aneel Rodrigo Limp, relator da proposta, as alterações forem aprovadas, a expectativa é que o prazo médio para que um consumidor residencial recupere o investimento na instalação de seu gerador aumentará dos atuais 4,5 anos para cerca de 7 anos.


Após a votação, a proposta vai passar por consulta pública e pode sofrer alterações. A previsão é de que as mudanças comecem a valer em 2020. A nova regra proposta prevê gatilhos para a retirada dos incentivos. Isso quer dizer que o aumento do prazo para recuperação do investimento não será imediato.

0 visualização

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade