• Flavia Andrade

Após reunião com membros do PSL, Bolsonaro diz que irá intervir na eleição da Câmara


(Foto: Alan Santos)

Presidente tomou café da manhã com 30 parlamentares do PSL


Nesta quarta-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro declarou aos seguidores da deputada Carla Zambelli (PSL-SP) em um vídeo ao vivo publicado na rede social da parlamentar que, “se Deus quiser, participar e influir na presidência da Câmara. A declaração foi dada após uma reunião com 30 parlamentares do PSL.


Ainda segundo o presidente Jair Bolsonaro, “Viemos fazer uma reunião com 30 parlamentares do PSL. Vamos, se Deus quiser, participar e influir na presidência da Câmara com esses parlamentares, de modo que possamos ter um relacionamento pacífico e produtivo para o nosso Brasil”, afirma.


O partido PSL integra o bloco de apoio de Arthur Lira (PP-AL), líder do Centrão e apoiado pelo Planalto na disputa pela presidência da Câmara. Porém, a cúpula do PSL, tinha interesse na candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP), principal adversário de Lira.


Além deles, outros 7 deputados se colocam na disputa. Porém com poucas chances de obter votação expressiva:


Fábio Ramalho (MDB-MG);


Capitão Augusto (PL-SP);


André Janones (Avante-MG);


Marcel Van Hattem (Novo-RS);


Alexandre Frota (PSDB-SP);


Luiza Erundina (Psol-SP);


General Peternelli (PSL-SP).


O candidato que for eleito terá 2 anos de mandato à frente da Casa. Para vencer serão necessários ao menos 257 votos, se todos os 513 deputados votarem.

0 visualização0 comentário