• Flavia Andrade

Azambuja agradece a corporação de Bombeiros do DF pelo auxílio no combate ao incêndio no Pantanal

Nesta terça-feira (01 de outubro), o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, agradeceu a corporação de Bombeiros do Distrito Federal pelo auxílio no combate aos focos de incêndio na região do Pantanal.

De acordo com o Governador , “Quero agradecer a todos que se dispuseram a vir ao nosso Estado para nós auxiliar no combate à esses focos de incêndio, assim como, quero agradecer ao governador de São Paulo e do Distrito Federal, que além de disponibilizarem efetivo, também enviaram aviões e carros para auxiliar em locais de difícil acesso no nosso Estado. Os bombeiros do DF estão indo embora, mas o combate continua com a nossa corporação. Agradeço ao secretário Jaime Verruck pelo empenho, ao deputado Barbosinha que hoje representa a Assembleia Legislativa, e a todos os demais, por se empenharem em combater o foco neste local que é um patrimônio histórico do Brasil”, afirma.

Segundo o Tenente Coronel do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, Domingos Márcio Ferreira da Silva, “Permanecemos a 13 dias à disposição do Estado de Mato Grosso do Sul, com 34 homens da corporação do Distrito Federal, para auxiliar no combate aos focos de incêndio na região do Pantanal. Agradecemos ao Governador Reinaldo Azambuja e ao Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, pela recepção e parceria. Vim ao Estado achando que ia comandar a minha equipe, mas aqui podemos trabalhar em parceria e realizar trocas de experiências que serão com certeza inesquecíveis para todos nós. Estamos a disposição do Estado para auxiliar no que for necessário”, destaca.

Por fim, para o comandante do Corpo de Bombeiros de MS, Joilson Alves do Amaral, " Nem todo o Pantanal tem acesso, porem, com os recursos de Brasília e São Paulo, facilitaram para a realização do trabalho e com a chegada da chuva também ajudou. Estamos esperando chuvas para os próximos dias. O pessoal de Brasília está sendo dispensado, porém, os de MS continuam trabalhando em escala para continuar trabalhando nos cinco focos de incêndio que ainda existem. Sendo trabalhados por nós porque está dentro da nossa capacidade. Mais de 90% dos focos são causados por humanos e temos que combater", conclui.

3 visualizações

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade