• Flavia Andrade

Bancada federal solicita à Anac manutenção de voos no Estado


Senador Nelsinho Trad entrega requerimento e destaca possibilidade de instaurar CPI para investigar regulação de serviços aéreos. (Foto: Divulgação/Assessoria)

Em reunião com a Bancada Federal de Mato Grosso do Sul, o coordenador e senador Nelsinho Trad (PSD),  solicitou a intervenção da Agência Nacional de Aviação (ANAC) para assegurar a manutenção de voos na Capital. Com a crise e o cancelamento dos voos da Avianca, a qual busca recuperação judicial e teve aviões devolvidos aos donos por falta de pagamento, cerca de 50 voos que passariam por Mato Grosso do Sul foram suspensos. Para o Nelsinho Trad, “A situação gerou transtornos aos passageiros e nós, parlamentares sul-mato-grossenses, queremos a atuação da agência”, aponta.


Ainda segundo parlamentar, com o cancelamento dos vôos, mais de 7,5 mil vagas em aeronaves que partiriam do Aeroporto Internacional de Campo Grande ou decolariam do local, foram suspensas, e os voos ficaram superlotados e os preços abusivos. Senador Nelsinho Trad enfatiza ainda que, “Anac tem a missão de regular o mercado. Se tem intenção de incrementar o mercado do Rio e São Paulo, não podem tirar de Mato Grosso do Sul. Os voos estão lotados e estamos nas mãos de três operadoras que aumentam do jeito que querem  e fazem restrições aos passageiros”, aponta.


Já a deputada federal, Rose Modesto, pontua a falta de opção de voos em Mato Grosso do Sul vem comprometendo o turismo e, consequentemente, a economia. De acordo com Rose, “Não é só voos de Campo Grande, inclusive para Brasília, mas é o trecho de turismo de pessoas que vão para o Nordeste e passam por aqui e o investimento do Estado. A gente pediu à Anac que faça algo, a gente não aceita perder o que tinha”, disse.


Senador Nelsinho Trad estuda propor uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a regulação dos voos no País, caso a Anac não atenda o requerimento. A deputada federal Rose Modesto (PSDB/MS) e os parlamentares que participaram da reunião, Beto Pereira (PSDB), Dagoberto Nogueira (PDT), Bia Cavassa (PSDB), Dr. Luiz Ovando (PSL), Rose Modesto (PSDB), Tio Trutis (PSL) e Vander Loubet (PT), apoiam o coordenador da bancada.


Ainda conforme Rose Modesto, “A ideia primeiro é conquistar dialogando, nós queremos através do diálogo, foi o que o senador Nelsinho disse que se não der pelo diálogo, vamos usar os instrumentos que cabe a nós para garantir os interesses de Mato Grosso do Sul”, conclui deputada.

0 visualização

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade