• Flavia Andrade

Bernal tem registro da OAB suspenso por apropriação de indenização de ex-catadora

Ex-prefeito foi advogado de Dilá Dirce de Souza contra a empresa Vega Engenharia Ambiental



Ex-prefeito foi advogado de Dilá Dirce de Souza contra a empresa Vega Engenharia Ambiental (IzaiasMedeiros/CMCG)

Com a vida ladeira abaixo, após ter o direito de concorrer as eleições para deputado federal em 2018 recusado pela Justiça, Alcides Bernal (PP), agora está com o direito de exercer a profissão de Advogado suspensa.


A Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Mato Grosso do Sul, através de acórdão da Comissão de Ética da OAB no final de 2018, suspenderam o registro da OAB de Alcides Bernal, onde sem ele, o mesmo não pode exercer a advocacia. Para ter os direitos concedidos novamente, o ex-prefeito de Campo Grande terá que prestar contas dos valores recebidos e, conforme acusação, não repassados a sua cliente.


Alcides Bernal (PP), foi advogado da ex-catadora de material reciclável Dilá Dirce de Souza, e está sendo acusado de apropriar-se de sessenta salários mínimos (R$ 159,3 mil, em valores corrigidos), indenização que deveria ser destinada à catadora. O processo pelo qual Dilá Souza ganhou a indenização, fez-se contra a Vega Engenharia Ambiental, empresa que já foi responsável pela coleta de lixo em Campo Grande, na década passada.


Dilá Dirce de Souza foi atropelada por um caminhão de lixo, em 14 de junho de 1999. Bernal solicitou então uma indenização à concessionária de coleta de lixo da época e também o pagamento de pensão vitalícia, uma vez que, ela ficou impossibilitada de trabalhar após o acidente.


Durante o período em que estava ocorrendo o julgamento na Comissão de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil, Alcides Bernal teve que lidar com a desistência de seu advogado de continuar defendendo a sua causa. Porém, a ordem nomeou um advogado dativo, para que ele não continuasse sem defesa no processo. Após a publicação da decisão, o ex-prefeito teve prazo definido para ajuizar recurso e não o fez quando ainda era possível. Agora, só poderá voltar a advogar, se explicar o que de fato houve com os valores que não foram repassados à ex-catadora de materiais recicláveis, Dilá Dirce de Souza.


Tentamos contato com o ex-prefeito Alcides Bernal, porém até a publicação deste material não obtivemos resposta.

1 visualização0 comentário