• Flavia Andrade

Bolsonaro recebe credenciais de novos embaixadores

Presidente confirma viagem a China ainda em 2019


Nesta sexta-feira (08), o Presidente da República Jair Bolsonaro, recebeu as credenciais de novos embaixadores de seis países, para que representem oficialmente suas nações no Brasil.



Presidente da República, Jair Bolsonaro com o Embaixador da China, Yank Wanming. (Alan Santos/PR)

Esteve presente durante o evento, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, o qual, juntamente com Bolsonaro recebeu os documentos e conversou rapidamente com cada um dos diplomatas.


Estão habilitados a parti de agora, além de Yang Wanming chinês, os embaixadores de Burkina Faso, Aminata Congo Sana; de Barbados, Tonika Maria Sealy Thompson; da Etiópia, Yalew Abate Reta; da Guiné Equatorial, Juan Ndong Nguema; e da Turquia, Murat Yavuz Ates.


Seguindo a tradição,um embaixador assume o posto após entregar documentos enviados pelos presidentes de seus países ao governo do país onde irá atuar. A apresentação das cartas credenciais ao presidente da República é uma formalidade que aumenta as prerrogativas de atuação do diplomata no Brasil. Caso a credencial não seja recebida pelo presidente, o embaixador não pode representar o seu país em audiências ou solenidades oficiais no Brasil.


Ainda durante o evento, o presidente Jair Bolsonaro confirmou que fará uma viagem à China ainda em 2019. O convite oficial foi feito pelo novo embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, durante cerimônia, no Palácio do Planalto.


Conforme Bolsonaro, a viagem à China deve acontecer no segundo semestre, uma vez que estão confirmadas outras viagens, para os Estados Unidos, Chile e Israel. “Nós queremos nos aproximar do mundo todo, ampliar nossos negócios, nossas fronteiras e essa foi a diretriz dada a todos os ministros”, declara.


O embaixador chinês confirmou a vinda do presidente Xi Jinping ao Brasil para a 10ª Cúpula do Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. O encontro ainda não tem data confirmada para acontecer.


Ainda segundo o embaixador Wanming, "Brasil e China estão entrando em uma nova etapa da relação bilateral e têm interesses em ampliar e fortalecer sua cooperação. O Brasil é um dos sócios principais e mais importantes da China tanto no sentido político, quanto econômico e comercial, por isso que as reformas e as mudanças da instituição política e econômica do Brasil vão trazer mais oportunidades de negócios com China”, conclui.



3 visualizações

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade