• Flavia Andrade

Campeonato interclasse de robótica é realizado pela Escola Sesi em Aparecida do Taboado


A Escola do Sesi de Aparecida do Taboado promoveu, no último sábado (20), um campeonato interclasse de robótica entre os alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio realizado de forma híbrida, tendo disputas presenciais, respeitando todas as medidas de biossegurança, e torcidas online. O evento é considerado um pré-torneio de robótica paralelo ao torneio FLL (First Lego League), seguindo as mesmas regras da competição como designer de robô, desafio da mesa e apresentação do core values (valores fundamentais).

Para a coordenadora pedagógica Graciete Aparecida de Barros Geraldo, "A competição é realizada há três anos e foi pensado para divulgar a robótica no município, além de despertar o interesse dos estudantes pela tecnologia por meio de um desafio saudável. Esse torneio é importante para o desenvolvimento das crianças e a participação das famílias. O evento foi um aprendizado para nossos estudantes em relação à robótica e ao desenvolvimento de um perfil mais solidário em relação ao próximo”, pontua.

Os participantes são distribuídos etre quatro equipes, recebendo os seguintes nomes: União, Alegria, Solidariedade e Diversão, sendo que cada equipe foi apadrinhada por um professor, que deu todo apoio pedagógico ao desenvolvimento do projeto. A professora Francielle de Lima Aguiar, uma das madrinhas das equipes, destacou o campeonato como um importante momento de aprendizado.

Segundo Francielle Aguiar, “O campeonato de robótica folia sempre traz grande alegria para nós professores e aos alunos, pois é um momento de realizar novos desafios e ao mesmo tempo aprender novas estratégias dessa ferramenta que nossa escola desenvolve tão bem”, declara.


Já a professora Gleice Fernanda Miranda Machado ressaltou que, “No evento trabalhamos muito além da robótica, trabalhamos o emocional, a calma, tolerância, analise técnica. Esse é nosso diferencial, trabalhar uma educação com qualidade”, completou Gleice Machado. Na disputa, as equipes são desafiadas a realizarem missões na mesa, neste ano a temporada chamada de “Replay” retrata a vivência e as dificuldades nos jogos olímpicos e a saúde dos atletas.

Entre os alunos, representando os meninos, Bruno de Souza Oliveira, da 2ª série do Ensino Médio, relatou que, “Foi algo totalmente diferente, uma situação que nunca tinha passado, tudo era novo para mim. Era a primeira vez em que estava participando deste evento, pessoas ao meu redor torcendo, ou apenas observando, e barulhos da torcida. Foi uma experiência que gostei muito”.

Representando as meninas, a estudante Anna Luisa Sayuri Gavioli Yamashita, disse que, “O evento foi muito legal e divertido, pois mesmo com a pandemia conseguimos realizar a disputa”, conclui.

O evento também contou com a presença dos pais, que puderam acompanhar online a disputa.

0 visualização0 comentário

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade