• Flavia Andrade

Carteira estudantil não pode mais ser emitida pelo MEC a partir desta segunda


(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Neste domingo (16) começou a vigorar a suspensão do Ministério da Educação (MEC) para a não emição de novas identidades estudantis (IDs) – as carteiras digitais de estudante. A suspensão deve-se ao fim da validade da Medida Provisória 895/2019, que instituía o aplicativo e, gratuitamente, disponibilizava o documento virtual para estudantes de instituições de ensino brasileiras.


Conforme o MEC, as 325.746 IDs estudantis já emitidas continuarão valendo, até sua data de expiração.


O valor de confecção da carteira virtual é de R$ 0,15 sendo pago total pelo governo federal. A ID Estudantil dá, ao estudante, direito a meia-entrada em eventos culturais e esportivos

4 visualizações0 comentário