• Flavia Andrade

Com medo de ameaças Jean Willys desiste de tomar posse do novo mandato

Atualizado: 29 de Jan de 2019

Reeleito para o terceiro mandato como deputado federal, parlamentar desiste e Câmara informa David Miranda do PSOL-RJ como suplente



Reeleito para o terceiro mandato como deputado federal, parlamentar desiste e Câmara informa David Miranda do PSOL-RJ como suplente (AlexFerreira/CâmaradosDeputados)

Nesta quinta-feira (24), a assessoria do deputado federal Jean Willys (PSOL - RJ) informou que o parlamentar não irá tomar posse do cargo para o novo mandato.


Segundo informações divulgadas pelo G1, o deputado federal Jean Willys tem recebido ameaças e, por isso, decidiu não assumir o mandato parlamentar. A posse para os deputados federais está prevista para o dia 01 de fevereiro. Na última eleição, Jean Willys teve 24.295 votos.


Em sua rede social, Jean Willys publicou: “Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração. Axé!”


Ainda segundo reportagem do G1, de acordo com a Secretaria-Geral da Câmara, o suplente de Jean Wyllys é o vereador carioca David Miranda (PSOL-RJ).


O presidente do PSOL, Juliano Medeiros, afirmou que a situação do país é "muito grave".

"A situação do país é realmente muito grave, e a gente tem defendido que a resistência democrática no país é necessária. O Jean era e ainda é uma nesse processo de resistência democrática”, afirmou o presidente do PSOL. "A decisão dele é de caráter pessoal", acrescentou.


Juliano disse lamentar a decisão de Jean Wyllys porque o partido preferia que ele continuasse na bancada. Mas ressaltou que o partido compreende e se solidariza com o deputado.

0 visualização0 comentário