• Flavia Andrade

Cumprindo o prazo para entrega das emendas do LOA 2020, vereador Carlão encaminha 74 propostas


Vereador Carlão (Foto: Izaias Medeiros/CMCG)

No último dia 22 de outubro encerrou o prazo para os parlamentares da Câmara Municipal de Campo Grande encaminharem emendas à Lei Orçamentária Anual 2020. Das 715 emendas que constam no Projeto de Lei 9.533/19, de autoria do Executivo Municipal, o vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB), 1º secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal, apresentou 74 emendas.  De acordo com Carlão, "As emendas atendem reivindicações dos moradores das sete regiões da Capital, agora inicia a análise técnica das sugestões para definir quais estão aptas a serem colocadas em discussão e votação", pontua.


Ainda conforme o vereador e 1° secretário da Casa, “Entre as 74 emendas apresentadas estão a que visa construir mais de 100 unidades habitacionais de interesse social. Regularização Fundiária de mais de 30 áreas. Construção de UBSF do Jardim Columbia e Presidente. Pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais urbanas nos Bairros Jardim Itatiaia, Parque Rita Vieira, Jardim Colúmbia. Implantação de infraestrutura urbana e drenagem pluvial em todas as ruas do Residencial Girassóis. Ruas no Pioneiro, Jardim Los Angeles e Jardim Mato Grosso. Conclusão do Emei Jardim Anache, Talismã, Jardim Sarandi, reforma de Escola no Campo Belo, Campo Verde, Jardim Imperial, Lar do Trabalhador e Chácara das Mansões e instalar Cercas elétricas e detectores de metais em Emeis e Escolas da Reme. Entre outras emendas prevendo reformas e construção de 11 Praças, quadras e campos de futebol e 12 Academias ao ar livre”, destacou.


Conforme o texto, o orçamento de Campo Grande para 2020 está previsto em R$ 4,3 bilhões, considerando um crescimento de 7,3% em relação ao valor proposto para 2019. A LOA 2020 foi entregue pela prefeitura à Câmara Municipal no dia 30 de setembro e deve ser votada até a última sessão da Câmara, marcada para o dia 19 de dezembro, respeitando o regimento, devendo passar por dois turnos de votação.


Entre os principais tema, o destaque para o orçamento fica para a área da saúde, com previsão de 32% de investimentos no setor, enquanto o mínimo exigido por lei é de 15%. Na sequência, constam os investimentos em Educação, que representam 20,20%, seguidos por infraestrutura com 17%.

0 visualização

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade