• Flavia Andrade

Deputado estadual Barbosinha cobra R$ 89 milhões do Governo Federal para a segurança pública de MS


Parlamentar utilizou o a tribuna para defender melhorias na segurança pública (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira (22), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, o deputado estadual Barbosinha (DEM), liderança do Governo Estadual na Casa de Leis, utilizou o a tribuna para defender melhorias na segurança pública, durante sua fala o parlamentar cobrou recursos federais, referentes a determinada promessa de investimento que teria sido feita, a qual teria valor aproximado de R$ 89 milhões de reais.

Conforme o parlamentar, “Vimos nas manchetes de jornais evidências de que Mato Grosso do Sul seria o segundo estado da federação a receber o maior volume de recursos provenientes do Governo Federal. Eu vi postagens de pessoas do Governo Federal celebrando esses números. De que Mato Grosso do Sul receberia 89 milhões do governo federal. Não fiz nenhuma consideração. Quero saber quando vêm esses 89 milhões, e de onde vêm esses recursos?”, diz Barbosinha.

O deputado destaca ainda que é preciso considerar a situação geográfica de Mato Grosso do Sul, por conta de ser uma região fronteiriça, para ele, “Mato Grosso do Sul merece e precisa. A polícia de fronteira é um órgão que tem excelência no trabalho, tem condições de ensinar para o resto do país, mas precisa de recursos. A informação que temos ate agora é de que esses recursos não ultrapassarão 13 milhões de reais”, declara.


Utilizando aparte, o parlamentar Zé Teixeira (DEM) destacou que, “Na nossa fronteira, o crime organizado está no comando de Ponta Porã. Temos esperança e precisamos de recursos financeiros federais. Cabe a nós trazermos esse pensamento e essa contribuição, incentivando o investimento na inteligência da polícia”, deputado ainda parabeniza o colega Barbosinha pelo tema abordado.

Segundo o deputado Professor Rinaldo (PSDB), “Estamos todos nós na expectativa de que o Governo Federal traga esses instrumentos para garantir a segurança não só em Mato Grosso do Sul, mas para todo o Brasil. Porque as drogas que temos aqui abastecem o nosso país e praticamente são oriundas da fronteira com o Paraguai”, conclui.

0 visualização

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade