• Flavia Andrade

Deputados concluem discussão, e reforma da Previdência deve ser votada


Conforme o texto, a proposta aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e define regras de transição. (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Na madrugada desta quarta-feira (10), o Plenário da Câmara dos Deputados concluiu, a discussão do texto da reforma da Previdência (PEC 6/19). A votação foi deve acontecer pela manhã ainda desta quarta-feira.


Conforme as normas da Casa, o texto precisa ser votado em dois turnos, contendo voto favorável de 308 deputados, para ser enviado ao Senado.


A discussão durou mais de 3 horas, porém, o governo, demonstrou força ao juntar cerca de 331 votos favoráveis ao início da votação da matéria, considerando o placar superior ao mínimo necessário para a aprovação.


Ao fim da discussão, foram registrados 353 votos favoráveis.


Considerando os termos gerais da proposta, a reforma da Previdência estabelece uma idade mínima para a aposentadoria: 65 anos para homens e 62 para mulheres. São impostas também mudanças no cálculo dos benefícios, que vai contabilizar a média de todas as contribuições e exigir mais tempo na ativa para um valor maior na aposentadoria. Serão exigidos 40 anos de contribuição para um benefício igual a 100% da média das contribuições, enquanto o piso será de 60% da média. Há regras de transição para quem já está na ativa.

1 visualização0 comentário

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade