• Flavia Andrade

Devanir Ferreira realiza ações sociais há mais de 29 anos na Capital


De família humilde, aprendeu desde cedo vendo o seu pai ajudar ao próximo mesmo sem ter muitas condições para sustentar a própria família. Nascido no município de Tamarana, no interior do Estado do Paraná, cresceu vendo seu pai levar para dentro de casa principalmente no período do inverno, pessoas que moravam nas ruas, doando roupas e deixando as pessoas tomarem banho em sua residência. Aos 12 anos, trabalhava na roça, e no final da semana, separava metade do que recebia para si, e a outra metade doava aos moradores de rua.



“Isso está impregnado na minha pele, no meu ser, eu sinto a necessidade de ajudar as pessoas, sem esperar nada em troca, apenas pelo simples fato de ajudar, de conseguir resolver aquela dificuldade para aquela pessoa. E com isso vem os conflitos, consigo mesmo, e com a família, porque você se doa muito mais do que deveria se doar.”, afirma Devanir.

No dia 29 de Dezembro de 1989, tornou-se voluntário no Asilo São João Bosco, foi amigo do Sr. João Nogueira Vieira, um dos co-fundadores do Asilo. Após dar início a esse trabalho, estendeu a sua ação aos bairros da cidade, sempre sem muita divulgação, sem muita mídia, pois, sempre realizou os eventos de coração, acreditando na necessidade de ajudar o próximo.



“Realize eventos para cem pessoas chegando a duas mil pessoas, sempre arrecadando os alimentos através de amigos, tornando custo zero para a pessoa necessitada, e com isso todo o dinheiro arrecadado foi depositado na conta do beneficiário, para que ele pudesse dar sequência aos tratamento de saúde que estava realizando. O último almoço beneficente que realizei, precisei reunir cerca de 30 pessoas, para conseguir alimento para ter aproximadamente mil e quinhentas pessoas no evento”, declara.


Aos 51 anos de idade, uma das pretenções de Devanir é terminar o Ensino Médio e começar a universidade de Direito. Casado há 23 anos, pai de três filhos, conta com orgulho, ter uma filha advogada, concursada esperando convocação, outra filha estudante de veterinária, e um adolescente.



Hoje, Devanir Ferreira conta com uma equipe que o acompanha para o desenvolvimento das ações, e não mede esforços para conseguir sanar as necessidades de quem o procura pedindo ajuda. “Eu não tenho vergonha de bater de casa em casa no bairro onde vou realizar uma ação, para convidar a população e dizer que estou realizando um evento em prol de uma pessoa necessitada. Eu me orgulho quando vejo o resultado e ultrapassamos a meta que havíamos estipulado, garantindo assim, além do tratamento, o deslocamento, remédios e outras necessidades que muitas das pessoas que eu ajudo possuem”, diz.



Devanir agradece sua esposa e seus filhos, por serem compreensivos e aceitarem em alguns momentos do ano que a sua casa receba pessoas que não moram na cidade, para terem um local para ficar enquanto realizarem tratamento. “Em alguns momentos do ano, pessoas que moram no interior e vem para Campo Grande para realizar algum tipo de tratamento e não tem onde ficar, eu disponiblizo um espaço na minha casa, para que possa realizar o tratamento com tranqüilidade. O que mais estiver a minha disposição para atender essa pessoa, eu busco fazer. Porque está em mim essa necessidade de ajudar, e hoje, depois de muito ser questionado por pessoas que convivem comigo, sinto a necessidade de contar a minha história, de contar tudo o que já fiz por pessoas que me procuraram e eu pude atender, me dediquei e ajudei a melhorar a vida das pessoas”.


Com a sua história, Devanir demonstra que para ajudar o próximo basta ter vontade, coragem e disponibilidade, uma vez que, de pouco em pouco é possível realizar uma ação que vai arrecadar os fundos necessários para custear o tratamento, medicamento, alimentação, ou o que seja que a pessoa esteja buscando.



(Fotos: Arquivo Pessoal/Cedidas)

213 visualizações0 comentário

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade