• Flavia Andrade

Em entrevista coletiva, André Puccinelli afirma não ter intenção de se candidatar em 2020

Ao falar pela primeira vez, após ser solto, ex-governador afirma que é a hora de unir o partido e de manter fidelidade partidária.



Ao falar pela primeira vez, após ser solto, ex-governador afirma que é a hora de unir o partido e de manter fidelidade partidária. (Divulgação)

Após reunião do partido na última semana,o ex-governador André Puccinelli, presidente do MDB (Movimento Democrático Brasileiro)declarou não ter vontade de se candidatar a nenhum cargo para as eleições 2020. De acordo com André Puccinelli, “a hora é de unir o partido e manter fidelidade partidária”, pontua.


Para ele,“O MDB precisa se modernizar, principalmente, através do contato com o eleitor, nas ruas e pelas redes sociais. O partido precisa ir as ruas de novo para saber o que o eleitor espera de um político nos tempos atuais”, afirma.


Ao ser questionado sobre a "renovação",presidente do MDB-MS diz que há muitos anos escuta sobre isso, conforme ele, “Desde quando tinha 25 anos ouço esse papo de renovação. Não tenho pretensões de ser candidato a nada. Isso pode ocorrer no futuro? Quem sabe. Mas no momento não quero ser candidato a nada, nem a prefeito, nem a governador, nem a deputado, nem a senador”, declara.


André Puccinelli continua a frente do partido até dezembro, quando ocorrem as eleições do diretório estadual.


Com relação as eleições 2020, ex-governador diz que, “O MDB espera ter 50 candidatos próprios à prefeitura em 2020. O momento é de unir o partido e ter fidelidade partidária porque a legenda precisa estar forte para as próprias eleições”,conclui.


Durante as eleições 2018, o MDB, em Mato Grosso do Sul, não obteve bons resultados. No entanto, o partido espera se recuperar na próxima eleição.

7 visualizações

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade