• Flavia Andrade

Empreendedorismo no Brasil será tema de painéis em festival internacional de criatividade, inovação


Os painéis e debates terão por foco economia criativa e inovadora, além da construção de uma nova sociedade. Destaque para mesas com debates sobre o empreendedorismo feminino; cidade criativa para além do empreendedorismo branco; desafios das mulheres no empreendedorismo; empreendedorismo trans; e empreendendo na música.


De 24 a 27 de setembro, o CriAtivar (1º Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade) contará com mais de 40 atividades on-line gratuitas, divididas em quatro eixos temáticos: Cidadania Criativa; Tecnologia, Inovação, Negócios e Empreendedorismo; Futuro, Sustentabilidade, Impacto e Cidadania; e Criatividade, Cultura e Arte. Mais informações: https://www.festivalcriativar.com.br/


O empreendedorismo brasileiro, nas mais diferentes facetas, será um dos destaques do 1º Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade. Com transmissão em plataformas de streaming a partir de Santos, o CriAtivar reunirá mais de 40 atividades gratuitas, divididas em quatro eixos temáticos. Especialistas nacionais e internacionais, como Brian Solis e Domenico De Masi, debaterão temas como economia criativa, inovação, construção de uma nova sociedade e novos paradigmas da economia local e mundial. Destaque para mesas com debates sobre o empreendedorismo feminino; negócios criativos e requalificação urbana; cidade criativa para além do empreendedorismo branco; desafios das mulheres no empreendedorismo; economia prateada: a revolução da longevidade; empreendedorismo trans; cannabusiness; e empreendendo na música.

O evento CriAtivar surge como uma convergência com a Santos Criativa – selo adotado pela cidade em 2015, quando passou a integrar a Rede de Cidades Criativas da Unesco, na categoria Cinema. Em 2020, a cidade realizaria, pela primeira vez na América Latina, o Encontro Anual da Rede de Cidades Criativas das Organizações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Diante da pandemia, que demandou o cancelamento de atividades presenciais, o 1º Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade se estabelece como alternativa qualificada e disruptiva muito alinhada ao vanguardismo de Santos. O festival é organizado pela DCovas Projetos Culturais e Corporativos, LAB 4D e Zopp Criativa; a curadoria é do Atelier do Futuro e realização do Governo do Estado de São Paulo, via PROAC. 

DESTAQUES | EMPREENDEDORISMO

Empregabilidade e Empreendedorismo Trans

Na hora de procurar emprego ou mesmo abrir o próprio negócio, homens e mulheres trans enfrentam dificuldades muito maiores que toda a comunidade LGBTQIA+, pois trazem consigo não só as questões ligadas à sua orientação sexual, mas, sobretudo, à identidade de gênero. 

Debatedores: Mediação da doutora Marcia Rocha; participação de Ariel Nobre (criador do Trans Mercado, projeto educacional de desenvolvimento profissional para transgêneros); Giowana Cambrone (advogada, vice-presidente comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB/RJ e coordenadora do GT Transfeminilidades na OAB/Mulher; professora de Direito nas Faculdades Integradas Hélio Alonso e assessora de projeto na Fiocruz); e Glamour Garcia (atriz).

Data e hora: 26 de setembro, às 12 horas.

Custo: gratuito

Inscrições: Não é necessário fazer a inscrição prévia.

https://www.festivalcriativar.com.br/ (programação)

Onde é o evento (link):


https://www.youtube.com/channel/UCnMfuRrDwrr6un3yMAm0EdA Desafios das Mulheres no Empreendedorismo

No Brasil do século XXI, criar o próprio negócio é ainda um grande desafio para as mulheres. De acordo com Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad Contínua 2019), embora sejam maioria da população brasileira (51,8%), lidam com a discriminação, inclusive, no empreendedorismo. As especialistas convidadas para o painel vão debater as questões que têm limitado o protagonismo feminino empreendedor como etarismo, machismo, crenças limitantes, falta de rede de apoio na maternidade e inflexibilidade na jornada de trabalho, o que leva várias mulheres a se tornarem empreendedoras. Uma barreira enfrentada pelas mulheres no mercado de trabalho é conciliar a carreira profissional com a maternidade, pois algumas empresas acreditam – equivocadamente – que há uma dicotomia entre ser mãe e exercer tarefas no mundo corporativo.


“Acreditamos que uma mãe pode encontrar um caminho de equilíbrio entre sucesso profissional e participação ativa na educação e criação dos filhos e é para isso que trabalhamos”, afirma Dani Junco, CEO da B2Mamy, uma aceleradora que conecta mães empreendedoras ao ecossistema de inovação.

O tema é complexo, e o debate tem por foco ampliar a visão da sociedade, buscando uma consciência universal, propondo uma reflexão frente ao papel da mulher na sociedade contemporânea. Segundo Denise Covas, uma das curadoras do CriAtivar, reunir mulheres para discutir empreendedorismo é muito necessário. “Temos que refletir sobre questões de competência e autoestima, uma cobrança forte das próprias mulheres. Muito se evoluiu. Porém, o machismo enraizado ainda acontece no mundo corporativo – seja ignorando a fala de uma mulher numa reunião ou por meio de um olhar maroto e até em uma fala com sentido duplo. O combate é cotidiano”, diz Denise.

Debatedoras: Mediação da jornalista Raquel Alves, e participação de Ana Fontes, empreendedora Social RME e IRME, delegada líder BR W20/G20, eleita uma das 20 mulheres mais poderosas do Brasil pela Forbes 2019, Top Voices Linkedin 2020; Viviane Duarte, CEO do Plano Feminino; e Dani Junco, CEO da B2Mamy.

Data e hora: 24 de setembro, às 18h30. 

Custo: gratuito

Link: https://www.youtube.com/channel/UCnMfuRrDwrr6un3yMAm0EdA Empreendedorismo na Música

O negócio da música envolve uma série de profissionais. São autores, artistas, técnicos, produtores, empresários, profissionais liberais, além dos veículos de comunicação. Existem empresas que fornecem produtos e serviços, órgãos e entidades que regulam, com profissionais conduzindo processos, produtos e fiscalização do setor. Essa cadeia de serviços – além do público consumidor – forma o que se chama indústria da música, gera renda e emprega milhares de pessoas no mundo inteiro. Atualmente, existem 91.023 pequenos negócios formalizados operando na indústria da música no Brasil. As oportunidades de negócio estão distribuídas em 14 atividades econômicas, abrangendo as atividades fonográficas, de direitos autorais e do show business, e contemplando todas as etapas da cadeia produtiva da música. Nos Estados Unidos existem 45 formas de receita para a música. No Brasil, chega a 36 formas. 

Debatedores: Blubell; Gabriel Panza, Pedro Valli e Dani Ribas; mediação de Lucas Krempel

Data e hora: 24 de setembro, às 18h30.

Custo: gratuito

Link: https://www.facebook.com/festivalcriativar Cidade criativa para além do empreendedorismo branco

O empreendedorismo branco domina o protagonismo da inovação e criatividade, mas a maioria dos empreendedores criativos no Brasil é a população negra. Como tratar deste processo sem cair nas amarras da gentrificação e exclusão?

Debatedores:  Mediação de Preta Ferreira (ativista); participação de Helena Bherto (gerente de Comunicação, Sustentabilidade e Diversidade na L´Oreal; é conselheira voluntária do Publicitários Negros, que reúne mais de 1.600 publicitários em todo o Brasil); Renato Azevedo (criador da Produção Preta); Gabriela de Matos (fundou o escritório Brandão de Matos|Arquitetura e urbanismo, em 2014, e o projeto Arquitetas Negras, em 2018, que atualmente mapeia a produção de arquitetas negras brasileiras); e Aldren Flores (ligada às questões de pluralidade racial, ela faz parte de movimentos e coletivos negros; empreende através da startup digital +afro, que busca dar maior visibilidade para afroempreendedores e incentivar o black money; está gestora de projetos e curadora das bolsas raciais da Perestroika).

Data e hora: 26 de setembro, às 10 horas.

Custo: gratuito

Link: https://www.youtube.com/channel/UCnMfuRrDwrr6un3yMAm0EdA AGENDA

Evento: CriAtivar – 1º Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade

Data: de 24 a 27 de setembro

Transmissão: redes sociais do CriAtivar (@festivalcriativar)

Organização: DCovas Projetos Culturais e Corporativos, LAB 4D e Zopp Criativa 


Cocuradoria: Atelier do Futuro

Realização: Governo do Estado de São Paulo | PROAC

www.festivalcriativar.com.br/ | 24 DE SETEMBRO

De uma economia criativa a uma cidade criativa: alternativas de desenvolvimento econômico. | 10 horas

_Entendendo os movimentos #beofficeless e #foracidadegrande: a diáspora                dos criativos. | 10 horas

_Usinas criativas para um mundo pós-covid. | 12 horas

_Mobilidade e caminhabilidade para uma cidade criativa. | 12 horas

_Centro: um polo criativo. | 14h30

_Dinheiro para um novo mundo: moedas sociais e novas visões de crédito. | 14h30

_Arqueologia do futuro: Santos, historicamente criativa. | 16h30

_Economia prateada: a revolução da longevidade. | 16h30

_Desafios das mulheres no empreendedorismo. | 18h30

_Empreendendo na música. | 18h30

_Novos papéis dos influenciadores digitais. | 20h30

_Show: Sacada Cultural | 20h30 | 25 DE SETEMBRO

_Para além dos unicórnios: casos de startups santistas. | 10 horas

_Negócios criativos e a requalificação urbana. | 10 horas

_ Afrofuturismo: um lúcido paradigma para o futuro. | 12 horas

_Financiando projetos: match de investidores, matchfunding e leis de incentivo. | 12 horas

_Objetivos de Desenvolvimento Sustentável na Moda. | 14h30

_O movimento maker e a construção de novas realidades. | 14h30

_Agenda 2030: compromisso com o milênio, entendendo as ODS da ONU. | 16h30

_Domenico De Masi e Ana Carla Fonseca: a criatividade como aliada. | 16h30

_Brian Solis e Luli Radfahrer: como ter uma vida criativa. | 18 horas

_O futuro do trabalho e o trabalho do futuro. | 18h30

_Renda básica universal: equidade para o futuro. | 19h30

_Cinedebate | 20h30 | 26 DE SETEMBRO

_Cidade criativa para além do empreendedorismo branco. | 10 horas

_Mercado da voz: você já pensou em usar a sua? | | 10 horas

_Empregabilidade e empreendedorismo trans. | 12 horas

_A força da identidade local: Santos e seu hiperlocalismo e place branding. | 12 horas

_A era da curadoria. | 14h30

_O poder do brincar: da saúde mental à transformação social. | 14h30

_É possível ensinar criatividade? | 16h30

_Resistentes (e Inovadores): os livreiros no mundo dos algoritmos e dos e-books. | | 16h30

_As reinvenções da gastronomia: como o que está no nosso prato revela o espírito do nosso tempo | 18h00

_Brian Solis e Luli Radfahrer: como ter uma vida criativa. | 18h30

_Design fiction e futures thinking. | 19h30

_ Joga a ppk na mesa. | 20h30 | 27 DE SETEMBRO

 _Laboratórios cívicos: a imaginação coletiva. | 10 horas

 _A inovação está na natureza: olhares da agricultura urbana, da ecogastronomia e da biomimética. | 10 horas

 _Ócio e tempo livre: de subversivos a revolucionários. | 12 horas

_Cannabusiness: a revolução cannábica. |   12 horas

_Como transformar Santos num polo do audiovisual? | 14h30

_Liberte o futuro. | 14h30

_Cinema nacional: rumos e resistências. | 16h30

_Desafios da equidade na produção cultural. | 16h30

_Audiovisual expandido: realidade virtual e aumentada, animação; games e video mapping. | 18 horas

_Domenico De Masi e Ana Carla Fonseca: a criatividade como aliada. | 18h30

_ Festivais de Inovação e Criatividade: provocando futuros. | 19h30

_Show: Sacada Cultural | 20h30

PARTICIPANTES

De 24 a 27 de setembro, o CriAtivar – que aposta na tendência da dispersão dos grandes centros urbanos, em decorrência do amadurecimento do trabalho remoto –  vai reunir nomes como Brian Solis (escritor, antropólogo digital e futurista classificado pela Forbes como uma das mentes de negócio mais criativas e brilhantes do nosso tempo); Domenico De Masi (sociólogo italiano formulador do conceito ócio criativo); Ana Carla Fonseca (vencedora do Prêmio Jabuti, categoria Economia); Luiza Voll (Contente); Facundo Guerra; Helena Bertho (gerente de comunicação da Coca-Cola); Ana Fontes (empreendedora social RME e IRME, delegada líder BR W20/G20, eleita uma das 20 mulheres mais poderosas pela Forbes BR 2019, Top Voices LinkedIn 2020); Glamour Garcia (atriz, interpretou Britney na novela A Dona do Pedaço); Watatakalu Yawalapiti (uma das grandes lideranças indígenas no Alto Xingu, protagonista do documentário "Gigantes pela própria natureza"); Luli Radfahrer (professor, Ph.D. em comunicação digital pela ECA-USP, pesquisador, designer e analista de tendências digitais); Heitor Dhalia (sócio da Paranoid e diretor de filmes como "O Cheiro do Ralo" e "Serra Pelada"), entre outros. AGENDA

Evento: CriAtivar – 1º Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade

Data: de 24 a 27 de setembro

Transmissão: redes sociais do CriAtivar (@festivalcriativar)

Organização: DCovas Projetos Culturais e Corporativos, LAB 4D e Zopp Criativa 


Cocuradoria: Atelier do Futuro Realização: Governo do Estado de São Paulo | PROAC SOBRE O FESTIVAL CRIATIVAR |


Organizado pela DCovas Projetos Culturais e Corporativos, LAB 4D e Zopp Criativa – com curadoria do Atelier do Futuro e realização do Governo do Estado de São Paulo, via Programa de Ação Cultural (PROAC) –, o Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade foi pensado para colaborar com o ecossistema de Economia Criativa. O evento acontece em convergência com a Santos Criativa, selo adotado pela cidade. Em 2015, o município passou a integrar a Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), na categoria Cinema. De 24 a 27 de setembro, a partir da cidade e para o mundo, serão transmitidas mais de 40 atividades gratuitas como painéis, mostra de design e bate-papos. A programação on-line está alinhada a quatro eixos temáticos: Cidade Criativa; Tecnologia, Inovação, Negócios e Empreendedorismo; Futuro, Sustentabilidade, Impacto e Cidadania; e Criatividade, Cultura e Arte.   CRIATIVAR | https://www.festivalcriativar.com.br

6 visualizações

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade