• Flavia Andrade

Estado registra produção de cana em 46,4 milhões de toneladas

Na segunda quinzena de janeiro, 19 usinas de MS permanecerão moendo, enquanto o Centro Sul do país já encerrou as operações



Na segunda quinzena de janeiro, 19 usinas de MS permanecerão moendo, enquanto o Centro Sul do país já encerrou as operações (Divulgação)

No final de 2018, a moagem de cana-de-açúcar em Mato Grosso do Sul registrou 46,4 milhões de toneladas. Dados apontam que o volume registrado até 15 de janeiro é 6% maior com relação ao mesmo período da safra anterior.


A safra tem encerramento oficial no mês de março, com a expectativa de alcançar o mesmo volume de cana processada na safra passada que foi de 46,9 milhões de toneladas. De acordo com o presidente da Biosul, Roberto Hollanda Filho, “Neste momento estamos a 500 mil toneladas do total de cana processada na safra anterior. Acredito que será possível atingir o mesmo volume, já que em Mato Grosso do Sul, diferente dos outros estados, temos usinas operando até 31 de março”, declara.

Em Mato Grosso do Sul, durante a segunda quinzena de janeiro, duas das 19 usinas permanecerão moendo, momento em que a maioria dos Estados produtores do Centro Sul já encerraram a safra atual.


Sobre a produção de etanol hidratado, dados registram a marca de 2,3 bilhões de litros, considerando o volume 45% maior com relação ao mesmo período de 2017. Porém, com relação a produção do etanol anidro combustível segue em queda de 9%, com a produção na marca de 766 milhões de litros, em relação a 2017, são 76 mil litros a menos. Ao todo, MS produziu mais de 3,1 bilhões de litros de etanol, volume recorde de produção.


Segundo o acompanhamento da Biosul, a produção de açúcar permanece em baixa, com recuo de 35%. No período acumulado, foram produzidas 933 mil toneladas, enquanto que no mesmo período da safra anterior a produção foi de 1,4 milhão de toneladas.

1 visualização

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade