• Flavia Andrade

Horta em casa é a nova tendência


(Foto: Divulgação)

Muitas pessoas que têm espaços comuns ou vasinhos dentro de casa, estão optando por cultivar uma horta, aliada à vontade de ter um alimento cultivado e colhido pelas próprias mãos é uma tendência que cada vez mais pede espaço na vida das pessoas.


Para a aposentada Elza Salvadora aproveitou o espaço de seu quintal para ter uma horta para chamar de sua. Ela e o marido se revezam no cuidado dos canteiros, "Temos alface, tomate, cenoura, rabanete, couve, rúcula, cebolinha e salsinha, mamão e chuchu. Ou seja, de tudo um pouquinho", relata


Ainda conforme Elza, " Uma das vantagens dessa prática é ter a certeza de estar comendo alimentos totalmente orgânicos, limpos e sem agrotóxicos. Além disso, é uma verdadeira terapia para o casal. Regamos todas manhãs, adubamos com adubo orgânico que eu mesmo faço, adoro fazer mudinhas pra presentear e, sem contar que é um prazer indescritível poder servir algo que eu mesma plantei", enfatiza.


Segundo a engenheira agrônoma Karla Nadai "Sempre cultivei em casa, mesmo quando ainda morava em um apartamento, cultivava em vasinhos ervas condimentares e flores. Hoje, vivendo em uma casa transformou seu quintal em um espaço verde riquíssimo. Mesmo com apenas 20m², ela tem bananeira anã, pés de mamão, maracujá, figo, ervas, muitas flores, PANCs (que são as plantas alimentícias não convencionais), ervas e até abelha jateí. Na última terça, cheguei a colher meio litro de mel", pontua.


Ainda conforme Karla Nadai " Entre os benefícios, o cultivo funciona até como terapia. Além disso, há que se pontuar que os alimentos cultivados em casa têm mais qualidade, produzem menos impacto ambiental e, ainda, ajudam no aproveitamento de resíduos. A rotina de cuidados, segundo ela, é simples: Karla rega todos os dias quando não chove, usa um pouco de húmus, joga resíduo orgânico (o lixo de cozinha) no pé das plantas e até a cinza da churrasqueira pode ser aproveitada nesse processo" diz.


Quem quer investir na experiência de ter uma horta ou um pequeno pomar em casa, deve começar no seu tempo, com um ou dois vasos, plantando ervas de sua preferência.


Alguns empreendimentos imobiliários modernos têm trazido opções para seus moradores. Campo Grande, em breve, contará com um desses. O Reserva Santa Inês, novo loteamento que se instalará brevemente na região norte de Campo Grande, próximo à saída para Cuiabá será rico em áreas comuns. Dentre elas, está um espaço para uma horta orgânica, composto por jardineiras para o plantio de legumes, verduras e ervas. Com o intuito de promover aspectos de vida saudável e também a coletividade e cooperação entre os vizinhos, que, além de poderem cultivar, poderão conviver por um objetivo comum.

0 visualização

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade