• Flavia Andrade

Iperformático tem oficinas e workshop sobre performance com inscrições abertas

Festival acontece de 5 a 15 de abril



Festival acontece de 5 a 15 de abril (Divulgação/Assessoria)

O IPêrformático – Capítulo II – E Se Não Houver Luz no Fim do Túnel? realiza oficinas e workshop sobre performance com investimento do FMIC (Fundo Municipal de Investimentos Culturais), oriundo da Prefeitura Municipal de Campo Grande, através da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo).


O evento acontece de 5 a 15 de abril, porém as oficinas iniciam no dia 8 e o workshop será no dia 10 de abril. As inscrições são presenciais e duram enquanto houver vagas disponíveis. Os interessados em se inscrever devem comparecer ao Centro Cultural José Octávio Guizzo, local onde serão realizadas as aulas.


A oficina Afete-se será ministrada pela idealizadora do IPêrformático, a performer Alice Yura. Ela se inicia na segunda-feira (8), das 9h às 11h, e segue até sexta-feira (12), sempre no mesmo horário. Podem participar 20 pessoas.


Serão abordadas questões sobre o processo criativo na arte contemporânea, corpo, afeto e cibercultura. Os participantes produzirão um vídeo e uma foto com seus smartphones e no último dia do festival, 15 de abril, será mostrado os resultados.


Também na segunda-feira (8) tem início a oficina Composição Criativa Através de Vários Pontos, ministrada por Zé Alex, diretor da Cia Enviezada, do Rio de Janeiro. Ela dura só dois dias, terminando na terça-feira (9), sempre das 10h às 13h. Podem participar até 28 pessoas.


Esta oficina pretende estimular o pensamento crítico e a criação de partituras cênicas e composições a partir da técnica dos viewpoints. Através de jogos e composições, cria-se uma linguagem comum a todas (os/xs) atrizes do processo, fazendo com que a improvisação se torne o campo das trocas dos riscos da criação.


O workshop Poéticas Corporais: Criando Personagens Através de Processos Individuais acontece na quarta-feira (10), das 14h às 17h e será ministrado pelo performer Dudx. Podem participar no máximo 20 pessoas. Tem como proposta olhar para a nossa imagem e história para construir uma expressão intuitiva e nova. Uma figura diferente do corpo cotidiano.


Mais informações e programação completa do festival através do Facebook e Instagram do IPêrformático.


Serviço: O Centro Cultural José Octávio Guizzo fica na rua 26 de Agosto, 453, Centro.

0 visualização

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade