• Flavia Andrade

PL de Capitão Contar que implementa práticas cívicas em escolas de MS é aprovada 

O Capitão Contar (PSL), apresentou o Projeto de Lei 22/2019, que institui no âmbito da educação básica do Estado de Mato Grosso do Sul, ações de resgate do civismo, da cidadania e do sentimento de nacionalidade, e dá outras providências.

De acordo com o parlamentar, "Podemos dizer que o canto do Hino da Bandeira é uma prática importante para a formação de um cidadão e está em ‘desuso’ nas escolas, uma vez que no passado, dificilmente encontraríamos um jovem que não soubesse entoá-lo por inteiro, nos dias atuais, segundo pesquisas, o brasileiro não sabe nada da Bandeira Nacional”, declara.

Em primeira discussão, o Projeto foi aprovado, por unanimidade, nesta quarta-feira (25), já em segunda votação pelos parlamentares, durante sessão da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) e nessa quinta-feira (26) aprovado na Redação Final. Segue para a sanção ou veto do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. O PL tem os mesmos moldes da proposta do Governo Bolsonaro e do posicionamento do presidente da República em enaltecer a valoração da educação, amor à Pátria e respeito aos símbolos nacionais. Conforme o projeto, “a educação básica fomentará o culto ao civismo, à cidadania e ao sentimento de nacionalidade, fundamentada nos seguintes princípios constitucionais: I - soberania nacional; II - cidadania; III - construção de uma sociedade livre, justa, fraterna e solidária; e IV - independência nacional. Além de cultivar e estimular o desenvolvimento do sentimento de nacionalidade, o culto e o respeito aos símbolos nacionais, mediante as seguintes práticas: I - hasteamento do pavilhão nacional e estadual; e II - canto do hino nacional e estadual”. Ainda segundo o deputado estadual Capitão Contar, “Este Projeto nada mais é do que plantar na vida de cada criança, a importância do respeito ao seu País, Estado e Município, aos símbolos e à história. Estamos vivendo uma fase muito importante, com o interesse e a participação popular na política, a fiscalização da população na execução dos trabalhos de nossos governantes, exigindo condutas legais, éticas e morais. Diante disso, esta Proposta aprovada traz práticas para resgatar esses valores, fazendo com que nossas crianças e jovens sintam que é possível amar e ajudar o nosso Brasil”, conclui.

(Foto: Luciana Nassar/Alms)

3 visualizações

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade