• Flavia Andrade

Projeto do Uber é retirado da Câmara para alterar questões técnicas


Prefeito garante prazo até a semana que vem para retorno do projeto a Casa de Leis. (Foto: Izaias Medeiros/CMCG)

Nesta quinta-feira (05), prefeito Marquinhos Trad explica sobre a retirada do projeto da Câmara Municipal de Campo Grande, “ Uma cláusula do projeto apontava para o armazenamento de dados seria  junto ao motorista, e não é, é junto ao setor de fiscalização da Prefeitura, apenas um termo técnico”, declara. 


O aspecto técnico formal, redacional, foi revisto pela Prefeitura e ainda conforme o Prefeito, “Todos os projetos agora estão baseados na decisão do Magistrado Dr. David. A exigência que a prefeitura quer ter, primeiro - Quem são os motoristas que estão se habilitando; segundo - quais são os  antecedentes desses motoristas; terceiro - carros identificados como os taxistas, não pintados ou com letreiros, mas com ao menos um adesivo, para que as pessoas saibam que aquele carro está sendo utilizado por uma empresa de transporte de usuário; quarto ponto - acesso ao itinerário desde que o passageiro entre no veículo, com um armazenamento de dados da prefeitura e não da empresa; e quinto ponto - o recolhimento de impostos, uma vez que estão sendo alugados carros com placas de outros municípios, utilizando a malha asfáltica da cidade e quem está pagando a malha asfáltica, são os campo-grandenses”, conclui Marquinhos Trad.

0 visualização

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade