• Flavia Andrade

Radares arrecadaram R$ 5,3 milhões em multas em 5 meses de operação


Com 48 aparelhos em funcionamento em Campo Grande, motoristas devem estar atento ao trânsito. (Foto: Divulgação/Agetran)

Com o retorno do funcionamento dos radares em Campo Grande, nos últimos cinco meses, a arrecadação foi de R$ 5.341.354,00 para os cofres públicos da Capital. A operação dos aparelhos começou no dia 22 de dezembro de 2018, e até o momento, cerca de 48 equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade estão em funcionamento.


Considerando os dados recentes divulgados pela Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) registrados no período de janeiro a maio de 2019. 


Ainda segundo as informações, em janeiro, foram aplicadas 5.226 multas, sendo arrecadado o valor de R$ 844.562,10. No mesmo mês, a prefeitura aponta gasto de R$ 1.417.635,80 com manutenção e conservação das vias, sinalização, serviços de energia semafórica, entre outros.


Já em fevereiro, o número de multas aplicadas segundo a Agência, subiu para 8.483, mas o valor arrecadado caiu para R$ 698.194,22, enquanto os gastos permaneceram altos, no patamar de R$ 1.305.678,56. 


No mês de março, houve queda no número de multas aplicadas em 55%, se comparada ao mês anterior. Ao todo, foram aproximadamente 3.813 multas aplicadas, porém, o valor arrecadado atingiu R$ 760.911,24, e as despesas ficaram em R$ 311.639,79.


Em abril as multas registraram 7.556, e a arrecadação ficou em R$ 1.283.525,45, com valor gasto em despesas de R$ 1.964.200,31.


Por fim, o mês de maio registrou o maior número de multas aplicadas, foram 11.388. Registrando a arrecadação em R$ 1.754.167,09, enquanto as despesas alcançaram R$ 1.752.406,17.

3 visualizações

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade