• Flavia Andrade

Região das Moreninhas recebe mobilização contra o Aedes



(Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira (29), a região das Moreninhas recebeu pela manhã a caminhada em mobilização contra o Aedes Aegypti, que partiu do Parque Jacques da Luz com participação de lideranças, agentes comunitários de Saúde, agentes de combate a endemias, e moradores em geral.


De acordo com o líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Chiquinho Telles (PSD), "A ação acontece desde 2002, é fundamental que todos exerçam o seu papel de cidadão, e assumam a responsabilidade de zelar pelas suas residências, eliminando os focos que podem virar criadouros do mosquito da dengue”, afirma.


Para o secretário municipal de saúde, José Mauro Filho, “É muito importante o empenho da comunidade, pois a única saída que temos é a mobilização. Seu empenho Chiquinho tem sido fundamental não só na área da Saúde, mas também em outros setores”, enfatiza.


Segundo o gerente técnico da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV), Marcos Luiz de Oliveira, que também é representante da Fundação Nacional da Saúde e responsável pelo Programa Integrado Intersetorial de Colaboradores Voluntários, “temos que agradecer ao vereador Chiquinho Telles pelo empenho em nos apoiar nesse trabalho, com realização de mutirões e caminhadas. Ele sempre esteve com a nossa coordenadoria de controle de endemias vetoriais, preocupado com a saúde da nossa população”.


Além deles, também estiveram presentes, o Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur), Guarda Civil Metropolitana, Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau). e os frequentadores do Centro de Convivência do Idoso/CCI-“Jacques da Luz”, crianças do Cras das Moreninhas, voluntários, entre outros.


Durante a caminhada, o Parlamentar conversou com a população buscando orientá-los sobre a importância de todos fazerem vistorias constantes em seus imóveis, já que mais de 80% dos focos do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya se encontram dentro das casas.


Cerca de cinco pontos de recolhimento de resíduos foram disponibilizados para a comunidade, sendo eles: Moreninha II (R. Camaçari - Buracão); Moreninha III (R. Mururé com rua Mandacaru); José Maksoud (R. Copaiba com a R. Antônio Davi Macedo); Cidade Morena (Centro Comunitário - R. Firminópolis, 347); Santa Felicidade – (Av. Roque Borges Daniel – canteiro).


A entrega dos resíduos pode ser realizada até o dia 6 de fevereiro, e a retirada será feita no dia seguinte (7). É importante que os moradores fiquem atentos para a lista de resíduos coletáveis e os que não são coletáveis.


O que pode:


- Sofás


- Geladeiras


- Fogões


- Pias e vasos sanitários


- Televisores


- Carcaça de computadores


- Máquinas e tanquinhos


- Tanques de lavar roupas


- Armários de aço


- Guarda-roupas


- Carrinhos de mão


- Pias de cozinha


O que não pode:


- Entulhos de construção


- Podas de árvores


- Animais mortos


- Lixo doméstico


- Madeiras


Os moradores que depositarem materiais em frente às residências estarão sujeitos à multa.

5 visualizações

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade