• Flavia Andrade

Sebrae apoia setor do segmento audiovisual para fortalecer economia criativa no Estado


Colegiado audiovisual realiza reunião nesta terça (20) para analisar edital que fornece subsídio para 15 séries locais (Foto: Divulgação/Assessoria)

Grupo de produtores audiovisuais sul-mato-grossenses trabalham com linhas específicas de editais que forneçam subsídios aos empreendedores. Esse é o caminho traçado para fomentar a economia criativa de Mato Grosso do Sul. Com este objetivo, o Colegiado Audiovisual Estadual promove um encontro nesta terça-feira (20) com toda a classe audiovisual do Estado, no auditório da TVE MS.

O Sebrae já implementa iniciativas incentivando o segmento audiovisual, por meio dos projetos Destinos turísticos Inteligentes e MS Investe Turismo, como parte da Economia Criativa. “Nosso objetivo é atender cada elo da cadeia produtiva para que possam prosseguir juntos”, afirma a analista técnica do Sebrae/MS, Anekelly Oliveira Machado.

A instituição de apoio aos pequenos negócios considera o apoio ao setor essencial para que também sejam empresas de sucesso. “Cada edital que conseguem é mais recurso entrando no Estado, então é mais emprego, mais dinheiro circulando aqui dentro, envolvendo todos os negócios de alguma forma", disse Anekelly Oliveira Machado.

Um dos gestores do Colegiado Audiovisual Estadual, Fabio Flecha, explica que a economia criativa é um dos segmentos que mais agrega pessoas trabalhando e mais dinheiro circulando. O Fundo Setorial do Audiovisual destina 30% dos recursos para a região Centro Oeste, Norte e Nordeste, sem a necessidade de competir com grandes mercados como São Paulo e Rio de Janeiro.

Na reunião desta terça o grupo discute o edital Fluxo Contínuo Produção Televisão do FSA/ANCINE, que disponibilizará em torno de R$ 6 milhões para fomentar até 15 séries e documentários realizadas por produtores locais. As séries serão exibidas posteriormente na grade de programação da TVE Cultura.

As áreas criativas hoje têm um campo vasto, explica Fabio Flecha. Porém, o relevante nesse processo é que os empreendedores tenham apoio, principalmente, na formação com o planejamento, projetos e roteiros. “O Sebrae abriu esse espaço e ajuda a movimentar o setor e prepará-lo para disputar por incentivos”.

O Sebrae disponibiliza salas para reuniões quinzenais entre os membros do Colegiado Audiovisual. O grupo utiliza o local como laboratório de desenvolvimento de projetos e capacitação para captarem recursos de editais e aproveitar as oportunidades que o mercado tem oferecido.


(** Com informações da Assessoria)

0 visualização

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade