• Flavia Andrade

Vereador Delegado Wellington destaca ações e projetos realizados em seu mandato


“Escolhemos a periferia da cidade para buscar as indicações e garantir qualidade de vida à população”, diz Delegado Wellington. (Foto: Flavia Andrade)

Durante entrevista exclusiva, o vereador Delegado Wellington aborda a questão da lei de proibição ao uso do Narguilé em Campo Grande, “A lei 9.274, já proibi de início fumar em local fechado, inclusive cachimbo conhecido como narguilé, essa história de liberar em tabacaria não existe. Não tem como você chegar e falar que em local público é proibido o cigarro, porque você não vê uma rodinha de pessoas para fumar cigarro, já o narguilé junta muita gente para fazer o uso. Então, esse projeto surgiu de uma vontade popular”, enfatiza. A lei já foi aprovada pelos vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande e sancionada pelo prefeito Marquinhos Trad.


Parlamentar destaca planejamento para criação e elaboração de Projetos de Leis a serem apresentados na Câmara em sete pontos específicos, sendo eles:

Segurança, tendo como carro chefe o Plano Municipal, elaborando assim, leis específicas a esse setor.


- Política de combate a violência nas escolas


- Dia de Combate à Corrupção


- Acolhimento ao turista vítima de violência


- Dia de mobilização à violência contra à mulher


- Programa Recomeçar


- Programas de ressocialização, onde os presos fazem construção de parquinhos em escolas públicas municipais, oportunizando o preso através de cursos a desenvolver suas habilidades construindo brinquedos para as crianças da Rede Municipal de Ensino.


- Projeto de Lei que auxilia associação de reciclagem de eletrônicos, Outra lei que concede oportunidades de os supermercados doarem alimentos excedentes as ONGs,


- Projeto de Lei que emenda a Lei Orgânica assegurando gratuidade aos menores até 7 anos de idade,


- Projeto de Lei em parceria com o vereador João Cesar Mattogrosso que converte milhas em passagens para atletas, visando fomentar o esporte na Capital.


Vereador Delegado Wellington, reconhece o trabalho realizado pela Guarda Municipal de Campo Grande ao falar sobre o projeto de lei de plano de cargos e salários da categoria, onde, para que o concursado evolua dentro da guarda, ele terá que estar em constante especialização, seja ensino superior, pós-graduação, doutorado, mestrado, e cursos extracurriculares voltados para a Segurança Pública, para que possa realizar um trabalho de qualidade à população da Capital. Ainda conforme o parlamentar, “a tendência é tudo virar polícia, a consciência que deve ser alcançada é que todos estão se ajudando. Seja investigando ou realizando o serviço em si. Hoje em dia todo mundo investiga, seja Ministério Público, Tribunal de Justiça, Vereador ou população, então todo mundo investiga”, aponta.



"Mandei envelopar o meu carro para que as pessoas vejam que estamos caminhando pelas sete regiões de Campo Grande", destaca vereador. (Foto: Flavia Andrade)

Com relação a atuação do gabinete, através do sistema de “gabinete itinerante”, vereador enfatiza atendimento nas regiões da periferia de Campo Grande, “Buscamos visitar mais as regiões da periferia de Capital, buscando facilitar o caminho entre o gabinete e a população. Muitas pessoas dizem que não me vêem nos bairros, ou vão chegar próximo a eleição, me ver e vão dizer que eu nunca estive lá. Comprovo através das minhas indicações e das minhas visitas que já estive lá. Praticamente todas as sete regiões de Campo Grande, têm alguma indicação do vereador Delegado Wellington. Para facilitar a população me ver em ação nos bairros, eu mandei envelopar o carro que utilizo para realizar os atendimentos através do gabinete itinerante, com a logo e o nome do vereador Delegado Wellington, este carro também é utilizado pelos meus assessores para estarem visitando os bairros e conversando com os comerciantes e a população”, destaca parlamentar.


Além dos atendimentos à população e projetos de lei voltados para a melhoria de vida da população, ainda trabalho na fiscalização dos órgãos municipais, sempre estamos prestando atenção à todas as ações que são realizadas pelo Executivo. “Durante o recesso estivemos realizando visitas à diversos órgãos públicos e também à Águas Guariroba, onde fomos buscar mais informações com relação a rede de esgoto, conversamos com a Semadur sobre a questão de algumas áreas que estão sendo invadidas, na Agetran falamos sobre as questões das instalações de lombadas, na Sesau sobre aparelhos de Raio-x que não estão funcionando, falta de medicamentos. A manta ela é curta, não dá para cobrir todo mundo e temos uns problemas que cerca de 60% da população não paga os impostos, estão inadimplentes, e como podemos ter um funcionamento 100% se não temos a contrapartida para resolver essas questões”, pontua.


Com relação às eleições 2020, parlamentar enfatiza que, “eleições realizamos todos os dias, através de feedback, eu fui eleito com 3.549 votos, depois sai candidato a deputado estadual e alcancei 9.649 votos aproximadamente, então o que acontece, quem votou, você tem que manter o voto, quem não votou você tem que conquistar o voto. E tomar cuidado para as forças antagônicas não aparecerem, e aparecem. Este é um ano em que não tem pleito eleitoral, e acaba sendo o ano em que todos os políticos devem demonstrar trabalho e fortalecer o seu projeto inicial, o que precisa fazer para auxiliar a população em obter uma melhor qualidade de vida”, conclui.

5 visualizações

067996110911

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

©2018 by Flavia Andrade